Novo Coronavírus

Internacional Presidente do Irã afirma que covid-19 e EUA deixaram o ano mais difícil

Presidente do Irã afirma que covid-19 e EUA deixaram o ano mais difícil

Irã registrou um forte aumento nas infecções de coronavírus e mortes desde abril. Sanções econômicas também têm acirrado os ânimos entre os países

Reuters - Internacional
"Tem sido o ano mais difícil devido à pressão econômica do inimigo e à pandemia", disse Rouhani

"Tem sido o ano mais difícil devido à pressão econômica do inimigo e à pandemia", disse Rouhani

Pavel Golovkin/Reuters - 22.09.2019

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, afirmou neste domingo (28) que seu país passa pelo ano mais difícil por causa das sanções dos Estados Unidos junto com a pandemia de covid-19.

A crise do coronavírus exacerbou os problemas econômicos que pioraram após o presidente dos EUA, Donald Trump, retirar-se em 2018 do acordo nuclear do Irã com as principais potenciais e voltar a adotar sanções.

"Tem sido o ano mais difícil devido à pressão econômica do inimigo e à pandemia", disse Rouhani em discurso televisionado.

Veja também: Irã pede prisão de Trump por morte de general e aciona a Interpol

"A pressão econômica que começou em 2018 aumentou...e hoje é a pressão mais dura sobre nosso querido país."

O Irã registrou um forte aumento nas infecções de coronavírus e mortes desde que as restrições para conter a disseminação da doença foram gradualmente retiradas a partir de meados de abril.

As mortes superaram recentemente 100 por dia pela primeira vez em dois meses.

Últimas