Presidente do Iraque condena ataque dos EUA e pede moderação

Barham Salih condenou o ataque aéreo no aeroporto de Bagdá que matou Qassem Soleimani, comandante da força de elite Quds do Irã

Destroços em chamas em rodovia perto do aeroporto internacional de Bagdá

Destroços em chamas em rodovia perto do aeroporto internacional de Bagdá

Departamento de Mídia da Segurança do Iraque via REUTERS

O presidente do Iraque, Barham Salih, condenou nesta sexta-feira (3) o ataque aéreo dos Estados Unidos no aeroporto de Bagdá que matou Qassem Soleimani, comandante da força de elite Quds do Irã, e pediu moderação a todas as partes.

O Iraque deve colocar seu interesse nacional em primeiro lugar e evitar as tragédias de um conflito armado que afeta o país ao longo de quatro décadas, disse ele em comunicado.