Internacional Presidente ucraniano chama Rússia de 'escória sanguinária' após ataque em Zaporizhzhia

Presidente ucraniano chama Rússia de 'escória sanguinária' após ataque em Zaporizhzhia

Míssil causou destruição e morte de civis; Zelenski diz que russos 'responderão por cada vida ucraniana perdida'

AFP
Vários carros destruídos e civis mortos em estrada próxima a Zaporizhzhia, na Ucrânia

Vários carros destruídos e civis mortos em estrada próxima a Zaporizhzhia, na Ucrânia

Kateryna Klochko/AFP - 30.09.2022

Nesta sexta-feira (30), o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, chamou a Rússia de "Estado terrorista" e "escória sanguinária" após o ataque contra um comboio de civis na região de Zaporizhzhia (sul do país), que deixou pelo menos 25 mortos e 50 feridos.

"Apenas terroristas completos poderiam fazer isso e não deveriam ter espaço no mundo civilizado", disse Zelensky, antes de chamar a Rússia de "Estado terrorista" e "escória sanguinária".

"Vocês definitivamente responderão por cada vida ucraniana perdida", afirmou. As autoridades pró-Rússia de Zaporizhzhia acusam o governo ucraniano pelo ataque.

Enquanto isso, também nesta sexta-feira, Vladimir Putin, presidente russo, comanda uma  cerimônia em Moscou na qual formaliza a anexação de territórios ucranianos. A medida é criticada por países ocidentais.

Últimas