Novo Coronavírus

Internacional Presidente ucraniano é internado com sintomas leves da covid-19

Presidente ucraniano é internado com sintomas leves da covid-19

Volodomir Zelenski está isolado em um quarto e trabalhando de forma remota, disse a porta-voz do governo. País teve recorde de novos casos

  • Internacional | Da EFE

Zelenski é internado com sintomas leves de covid-19

Zelenski é internado com sintomas leves de covid-19

Valentyn Ogirenko/Reuters - 12.10.2020

O presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, foi internado dias depois de ter anunciado o resultado positivo em teste para o novo coronavírus, divulgou nesta quinta-feira (12) a porta-voz do chefe de governo, Julia Mendel.

O mandatário está em um quarto isolado, apenas com sintomas leve da covid-19 e trabalhando de maneira remota, explicou a responsável por divulgar a informação.

O chefe de gabinete de Zelenski, Andriy Yermak, também foi internado, segundo revelou o assessor do integrante do governo, Mikhail Podoliak, ao jornal local "Ukrainskaya Pravda".

Segundo Mendel, a decisão de internar o presidente ucraniano, que anunciou na segunda-feira ter dado positivo para o novo coronavírus, e o Yermak se deu por questão logística.

"Ali há melhores condições para o autoisolamento e para o tratamento de pacientes com doenças infecciosas", explicou a porta-voz.

Mendel ainda garantiu que Zelenski, e também Yermak, estão ativos e apresentam apenas sintomas leves, o que permite manter uma agenda, inclusive com conversas com outros chefes de governo.

"O presidente e seu chefe de gabinete estão tendo várias reuniões de lá. O mandatário falou com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, na terça-feira à noite", contou a porta-voz.

Recorde de casos

Nesta quinta-feira, a Ucrânia registrou mais 11.057 casos de infecção pelo novo coronavírus, o que é um recorde desde o início da pandemia de coronavírus. Com isso, o total saltou para 500.865.

Além disso, o número de mortos pela doença chegou a 9.145, com os 198 falecimentos notificados nas últimas 24 horas.

Por causa dos indicadores em elevação, o governo ucraniano decretou nesta quarta-feira um período de quarentena válido para os próximos três fins de semana, para tentar evitar aglomerações e propagação do patógeno causador da covid-19.

Últimas