Príncipe Charles diz que teve sorte durante sua infecção pela covid-19

Segundo ele, seus sintomas foram leves e não precisando ser hospitalizado. O príncipe expressou solidariedade com os que perderam pessoas queridas

Para o herdeiro da coroa, essa crise torna necessário maior atenção à natureza

Para o herdeiro da coroa, essa crise torna necessário maior atenção à natureza

Cathal McNaughton/Reuters - 09.11.2017

O príncipe Charles, herdeiro da coroa britânica, admitiu que não sofreu muito e teve "sorte" quando teve resultado positivo para o novo coronavírus bem no início da pandemia no Reino Unido.

Charles, de 71 anos, teve que ficar isolado durante sete dias em sua residência em Birkhall, na Escócia, mas seus sintomas eram leves, disse na noite de quarta-feira (3) à emissora de TV "Sky News".

"No meu caso, tive muita sorte e consigo entender muito o que outras pessoas passaram com o coronavírus", enfatizou o príncipe, que expressou sua solidariedade com todos os que perderam entes queridos para o vírus.

Para o herdeiro da coroa, essa crise torna necessário que o mundo preste mais atenção à natureza.

"Antes disso, a natureza havia sido empurrada para as periferias, nós a exploramos e escavamos e cortamos tudo como se não houvesse amanhã, como se isso não importasse", acrescentou o príncipe, um grande defensor da natureza diante da crise climática. "Quanto mais destruímos o mundo natural, mais destruímos a biodiversidade, mais nos expomos a esse tipo de perigo".

Segundo os dados oficiais mais recentes, ontem ocorreram 359 mortes no Reino Unido por covid-19, chegando a um total de 39.728 vítimas desde o início da pandemia no país.