Novo Coronavírus

Internacional Província no norte da Itália ignora normas e reabre completamente

Província no norte da Itália ignora normas e reabre completamente

A partir desta sexta-feira (8), comércios como lojas de varejo poderão reabrir, e na próxima segunda, é a vez dos locais que oferecem serviços

  • Internacional | Da EFE

Homem fala ao telefone utilizando máscara de proteção nas ruas da Itália

Homem fala ao telefone utilizando máscara de proteção nas ruas da Itália

FABIO FRUSTACI/ EFE/ EPA/ 08.05.2020

A província de Alto Adige, no norte da Itália, decidiu ignorar as medidas decretadas pelo governo para uma reabertura gradual durante a pandemia. A partir desta sexta-feira (8), está permitindo o funcionamento de lojas de varejo e na próxima segunda será a vez dos bares, restaurantes e cabeleireiros, enquanto no dia 18, planejam abrir creches e escolas primárias.

Leia mais: Prefeito de Milão se irrita com aglomeração em região boêmia

A reabertura quase total das atividades foi aprovada ontem à noite no conselho provincial e vai contra ao decreto do governo, que impõe que as lojas não sejam abertas antes do dia 18 deste mês, aguardando as duas semanas necessárias para avaliar os dados epidemiológicos após as primeiras atividades abertas no início desta semana.

"Depois de Roma não ouvir por semanas solicitações de diferenciação regional de medidas, decidimos seguir nosso caminho legislativo autônomo", explicou o presidente Arno Kompatscher.

A província reivindica suas condições autônomas e em uma região de Trentino-Alto Ádige que possui um estatuto especial de autonomia que lhe permitiria tomar esse tipo de decisão.

A nova medida também determina a retomada gradual da liberdade de movimento entre as províncias e também a partir do dia 25 serão abertos hotéis e teleféricos das estações de esqui.

Embora as creches consigam reabrir a partir do próximo dia 18 com pequenos grupos, no máximo quatro crianças por grupo em jardins de infância e seis em escolas primárias, durante meio período e sem serviço de cantina.

As escolas secundárias podem oferecer serviços de consultoria educacional aos alunos nos locais, desde que os grupos sejam compostos por no máximo seis alunos, a uma distância de pelo menos dois metros um do outro.

A partir da próxima segunda-feira (11), sempre em conformidade com as regras das medidas de distanciamento e segurança, todas as atividades relacionadas a serviços pessoais, cabeleireiros, centros de beleza e serviços de catering e gerenciamento de alimentos e bebidas (bares, pubs, restaurantes, sorveterias, confeitarias) e museus, instituições culturais, incluindo bibliotecas e centros para jovens.

Últimas