Coronavírus

Internacional Reino Unido doa 20 milhões de vacinas a países pobres

Reino Unido doa 20 milhões de vacinas a países pobres

O anúncio foi feito pelo premiê Boris Johnson ao chegar a Roma para a Cúpula dos Líderes do G20, que começou neste sábado (30)

  • Internacional | Da Agência Brasil, com R7

Johnson defende cooperação internacional

Johnson defende cooperação internacional

REUTERS/Tom Nicholson

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou que o Reino Unido vai doar 20 milhões de doses da vacina AstraZeneca contra a Covid-19 aos países em desenvolvimento. A ação faz parte dos esforços para partilhar vacinas com os países que sofrem com a falta dos imunizantes.

O anúncio foi feito pelo premiê ao chegar a Roma para a Cúpula dos Líderes do G20, que começou neste sábado (30).

O Reino Unido diz que 10 milhões de doses foram enviadas para o programa de partilha de vacinas Covax, apoiado pela Organização das Nações Unidas, e mais 10 milhões vão seguir nas próximas semanas.

Essas vacinas juntam-se a 10 milhões de doses que já foram entregues e fazem parte do compromisso da Grã-Bretanha de partilhar 100 milhões de doses com nações mais necessitadas até meados de 2022.

Reino Unido: relatório aponta 'erros graves' na gestão da pandemia

Boris Johnson apelou ao grupo das potências econômicas a fazer pressão para que a população mundial esteja vacinada até o final de 2022, dizendo que "a primeira prioridade como integrante do G20 deve ser avançar com a distribuição rápida, equitativa e global de vacinas".

A Grã-Bretanha e outras nações ricas foram acusadas de acumular mais vacinas do que as necessárias, enquanto alguns países, especialmente na África, têm poucas ou nenhuma.

O antigo primeiro-ministro britânico Gordon Brown, um enviado da OMS (Organização Mundial da Saúde), pediu às nações do G20 que acelerem o envio e transporte, por via aérea, das doses não utilizadas para o mundo em desenvolvimento.

O líder britânico também espera concentrar as discussões do G20 nos compromissos climáticos, enquanto se prepara para acolher a Cúpula do Clima, das Nações Unidas (COP26), em Glasgow, Escócia, que começa neste domingo (31).

Últimas