Reino Unido fecha bares e anuncia plano bilionário por empregos

Governo britânico pede que cidadãos ficam em casa e vai pagar 80% dos salários para evitar que as empresas demitam seus funcionários

Johnson (c) e Sunak (e) anunciam medidas contra o coronavírus em Londres

Johnson (c) e Sunak (e) anunciam medidas contra o coronavírus em Londres

Julian Simmonds / EPA - EFE - Pool - 20.3.2020'

Por conta da pandemia de coronavírus, o governo do Reino Unido anunciou, nesta sexta-feira (20), medidas inéditas para limitar o contato social e tentar controlar uma possível onda de demissões e recessão econômica.

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Em uma coletiva, o primeiro-ministro Boris Johnson anunciou que todos os bares e restaurantes devem fechar a partir desta sexta, assim como cinemas, teatros, museus e centros de lazer. Ele também fez um apelo para que os britânicos fiquem em casa.

"Você pode estar tentado a sair hoje à noite e eu peço por favor, não saia. Você pode achar que é invencível, mas não existe garantia de que você vá ter apenas sintomas leves se pegar a doença. E você pode virar um transmissor. Queremos que vocês fiquem em casa", pediu Johnson.

Pacote inédito

Em uma medida jamais vista na história do país, o chanceler do Tesouro (cargo equivalente a ministro da Economia), Rishi Sunak, anunciou que o governo vai pagar 80% dos salários dos trabalhadores que tiverem de ficar em suas casas, desde que suas empresas não os demitam.

A ajuda será de até 2,5 mil libras mensais (cerca de R$ 14,5 mil), pouco mais que a renda média familiar no país.

Segundo o jornal The Guardian, a medida vai resultar em um gasto de cerca de 78 bilhões de libras (cerca de R$ 454 bi) e se soma a um pacote de ajuda às empresas de 350 bilhões de libras (cerca de R$ 2 trilhões) anunciado no início da semana.

"Nossa resposta econômica será uma das mais completas do mundo. A todas as pessoas que estão em casa agora, nervosas pelos dias que virão, digo que não enfrentarão isso sozinhas", disse Sunak na coletiva.