Rússia acusa oposição venezuelana de incitar violência

Ministério das Relações Exteriores da Rússia divulga nota em que acusa a oposição, liderada por Juan Guaidó, de provocar militares ao confronto

Rússia diz que oposição incita violência na Venezuela

Rússia diz que oposição incita violência na Venezuela

Ueslei Marcelino/Reuters - 30.4.2019

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia acusou nesta terça-feira (30) a oposição da Venezuela de recorrer à violência naquilo que chamou de tentativa descarada de atrair as Forças Armadas do país a um confronto.

O ministério fez a acusação depois que o líder da oposição Juan Guaidó convocou um levante militar para depor o presidente Nicolás Maduro e grupos armados trocaram tiros perto de uma base aérea em Caracas, no momento em que o país alcança um novo patamar em sua crise após anos de caos político e econômico.

"A oposição radical na Venezuela mais uma vez recorreu a métodos violentes de confrontação", disse o ministério russo. "Em vez de pacificamente resolver as diferenças políticas, eles tomaram um rumo para aumentar o conflito e provocar quebras na ordem pública e confrontos envolvendo as Forças Armadas."

“É importante evitar o tumulto e o derramamento de sangue [...] Qualquer ação deve ser tomada exclusivamente dentro da estrutura do campo legal, em total conformidade com a constituição e sem qualquer interferência externa destrutiva”.