Rússia x Ucrânia

Internacional Rússia afirma que não há nada promissor após negociações com a Ucrânia

Rússia afirma que não há nada promissor após negociações com a Ucrânia

Delegações dos dois países se encontraram nesta terça-feira (29) em Istambul para tentar um acordo para encerrar a guerra no território ucraniano

AFP
Membro do serviço ucraniano é visto em um tanque russo T-72 capturado na região de Kiev

Membro do serviço ucraniano é visto em um tanque russo T-72 capturado na região de Kiev

Serhii Nuzhnenko/Reuters - 27.03.2022

As negociações entre as delegações russa e ucraniana em Istambul não resultaram em nada muito promissor ou algum avanço, afirmou o Kremlin nesta quarta-feira (30), jogando um balde de água fria nas esperanças de progresso para o fim da guerra.

"No momento, não podemos informar nada muito promissor ou um avanço. Há muito trabalho por fazer", declarou à imprensa o porta-voz da Presidência russa, Dmitri Peskov.

De todos os modos, Peskov considerou "positivo" o fato de que a delegação ucraniana "tenha finalmente começado a formular de maneira concreta suas propostas e a expressá-las por escrito".

"Evitamos cuidadosamente fazer declarações públicas sobre o teor das questões que são objeto de discussões, porque acreditamos que as negociações devem acontecer de forma discreta", acrescentou.

Rússia e Ucrânia classificaram nesta terça-feira (29) as conversações em Istambul de "significativas", ao contrário das rodadas anteriores, o que gerou esperanças após mais de um mês guerra, que deixou milhares de mortos e milhões de deslocados.

A Ucrânia, no entanto, acusou a Rússia nesta quarta-feira de bombardear a cidade de Chernihiv, apesar do anúncio de Moscou de redução "radical" da atividade militar, recebido com ceticismo por Kiev e seus aliados ocidentais.

Últimas