Internacional Rússia diz que distribuiu 80 mil passaportes desde as 'anexações' de regiões da Ucrânia

Rússia diz que distribuiu 80 mil passaportes desde as 'anexações' de regiões da Ucrânia

O país organizou 'referendos' para incorporar áreas que controla de Donetsk e Lugansk, assim como de Zaporizhzhia e Kherson

  • Internacional | Do R7

Resumindo a Notícia

  • As anexações da Rússia não reconhecidas pela comunidade internacional
  • Os 'referendos' realizados foram denunciados como 'farsas' pelos países ocidentais
  • As forças russas foram obrigadas a ceder terreno ao Exército ucraniano
  • Os russos recuaram na cidade de Kherson, capital da província de mesmo nome
Idosa ucraniana olha para fora de seu jardim na vila de Bilozerka, perto de Kherson

Idosa ucraniana olha para fora de seu jardim na vila de Bilozerka, perto de Kherson

Bulent Kilic/AFP - 20.11.2022

A Rússia anunciou nesta quinta-feira (24), dia em que a guerra na Ucrânia completa nove meses,  que distribuiu passaportes russos a mais de 80 mil moradores de quatro regiões da Ucrânia que o país afirma ter incorporado a seu território. As anexações não reconhecidas pela comunidade internacional.

"Desde que as quatro regiões foram incorporadas à Federação Russa, e de acordo com a lei, mais de 80 mil pessoas receberam passaportes como cidadãos da Federação Russa", afirmou o Ministério do Interior.

Em setembro, a Rússia organizou "referendos", denunciados como "farsas" pelos países ocidentais, para anexar as áreas que controla nas regiões ucranianas de Donetsk e Lugansk (leste), assim como nas de Zaporizhzhia e Kherson (sul).

Desde o anúncio das anexações, as forças russas foram obrigadas a ceder terreno ao Exército ucraniano, com retiradas de várias zonas, incluindo a cidade de Kherson, capital da província de mesmo nome.

Últimas