Crise na Venezuela
Internacional Rússia e Venezuela assinam acordo de reestruturação da dívida

Rússia e Venezuela assinam acordo de reestruturação da dívida

Queda na produção e venda de petróleo afetam a economia do país

Rússia e Venezuela assinam acordo de reestruturação da dívida

Renegociação da dívida dá fôlego ao governo de Nícolas Maduro

Renegociação da dívida dá fôlego ao governo de Nícolas Maduro

Reuters/Miraflores Palace 14.11.2017

O Ministério das Finanças da Rússia diz que assinou nesta quarta-feira (15), em Moscou, um acordo para reestruturar a dívida da Venezuela. A previsão é de que a Venezuela pagará sua dívida de US$ 3,15 bilhões à Rússia em dez anos. Os pagamentos serão "mínimos" durante os primeiros seis anos.

O Ministério das Finanças informou ainda que o acordo de reestruturação da dívida permitirá que a Venezuela aloque mais fundos para o desenvolvimento econômico.

O acordo foi assinado um dia depois de a Venezuela ter hospedado investidores estrangeiros para discutir estratégias para reorganizar sua dívida.

A Venezuela usou sua riqueza de petróleo para investir em programas sociais, na gestão do falecido presidente Hugo Chávez. A queda nos preços mundiais do petróleo provocou uma derrocada da economia, em meio uma inflação de três dígitos.