Coronavírus

Internacional Rússia supera marca de 500 mortes diárias por covid-19 pela 1ª vez

Rússia supera marca de 500 mortes diárias por covid-19 pela 1ª vez

Apesar do recorde de mortes, país registrou queda de número de novos casos pelo segundo dia consecutivo, com 23 mil infecções 

Rússia chega a 500 mortes por covid em um dia

Rússia chega a 500 mortes por covid em um dia

Evgenia Novozhenina/Reuters - 27.10.2020

A Rússia registrou nesta quarta-feira (25) mais 507 mortes por covid-19, na primeira vez que o país supera a marca de meio milhar de vítimas em um mesmo dia, segundo divulgou o comitê nacional de combate à pandemia da doença.

Com isso, a quantidade total de óbitos desde o início da pandemia chegou a 37.538.

Hoje, no território russo, foram contabilizados 23.675 casos de infecção pelo novo coronavírus, o que significa o segundo dia consecutivo de queda no indicador, depois de ter sido superada na segunda-feira a barreira dos 25 mil positivos.

Em Moscou, epicentro da pandemia no país, nas últimas 24 horas foram registrados 4.685 casos e 75 mortes. São Petersburgo, por sua vez, com 3.421 infecções, atingiu a maior marca desde que começou a propagação do patógeno.

Ao todo, a Rússia soma 2,16 milhões de positivos confirmados, sendo que, segundo as autoridades locais, são 1,7 milhão de pessoas recuperadas.

Ontem, a vice-primeira-ministra da Rússia, Tatyana Golikova, admitiu que em 32 das 85 regiões do país, a incidência de casos por cada 100 mil habitantes é maior do que a média nacional. E em seis unidades da federação, a ocupação de leitos ultrapassou 90%.

A Rússia, apesar dos indicadores, tem evitado reintroduzir restrições de forma nacional, como fez durante a primeira onda de contágio, deixando para as regiões a decisão sobre as medidas a serem tomadas, em função da situação nos respectivos territórios.

Últimas