Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Saiba quais são os boatos sobre o fechamento da maior roda-gigante do mundo em Dubai

Atração teria uma fissura na estrutura ou estaria provocando o afundamento da ilha artificial em que está instalada

Internacional|Do R7


Maior roda-gigante do mundo parou de funcionar e o motivo é um mistério
Maior roda-gigante do mundo parou de funcionar e o motivo é um mistério

Com 250 metros de altura, quase o dobro da London Eye, a Ain Dubai ("O Olho de Dubai", na tradução do árabe) é a maior roda-gigante do mundo. Parou de funcionar, sem nenhuma explicação oficial, mantendo vivo o mistério que cerca essa gigantesca instalação.

A roda-gigante e seu jogo de luzes continuam se destacando em meio aos enormes arranha-céus desse rico emirado do Golfo, no coração de uma ilha artificial chamada Bluewaters, que abriga atrações turísticas, elegantes restaurantes e luxuosos apartamentos.

Inaugurada em 2021, Ain Dubai encerrou suas atividades em março de 2022 para realizar "obras de melhoria", segundo seu site oficial, e seu fechamento foi prorrogado até novo aviso. A data de reabertura será anunciada "no momento oportuno", com "novas e interessantes ofertas" para os visitantes, lê-se na página institucional online.

Com as portas fechadas, o local fica deserto.

Publicidade

"Perguntei a um segurança, e ele me disse que não está funcionando", disse Marwan Mohamed, um turista egípcio de 33 anos. "Perguntei-lhe o porquê, mas não me respondeu", acrescenta um consultor de gestão empresarial, que foi fotografar um dos símbolos de Dubai.

Leia também

Com pouco petróleo, o emirado construiu sua riqueza e notoriedade investindo pesadamente no turismo de luxo e não tem medo de excessos.

Publicidade

Com frequência, as autoridades anunciam grandes projetos, mas raramente comunicam os contratempos. Nem o grupo que dirige a Ain Dubai nem seus proprietários ou sócios responderam às perguntas da AFP.

Rumores e especulações

Enquanto isso, seu site continua elogiando "uma experiência única" e uma "vista majestosa" de Dubai.

Publicidade

Construída com a ajuda de "dois dos maiores guindastes do mundo", essa roda-gigante é composta de cerca de 11.200 toneladas de aço, 33% a mais que a Torre Eiffel.

Ante a ausência de explicações oficiais, rumores e especulações circulam em Bluewaters. Alguns mencionam a hipótese de uma fissura no interior da roda, enquanto outros afirmam que a ilha artificial corre o risco de afundar sob o peso da roda.

Sob a condição de anonimato, um garçom de um restaurante da ilha conta que, durante o funcionamento, ouvia-se um barulho: "Como se algo estivesse se quebrando".

"Dizem que a roda é mais pesada que a própria ilha", acrescenta, com ironia.

A roda-gigante, que levava 38 minutos por volta, tem 48 cabines para uma capacidade total de 1.750 pessoas. Os preços dos ingressos variavam de 100 a 4.700 dirhams (cerca de R$ 132 a R$ 6.300, na cotação atual).

Empresas afetadas

"Eles nos apenas disseram que houve um problema técnico", relata um comerciante que não quis se identificar. "No ano passado, disseram que abririam a roda no inverno e agora dizem a mesma coisa", acrescenta.

"Quando ela não funciona, a gente não ganha muito dinheiro (...) Tinha mais gente quando ela funcionava", afirma.

Ain Dubai foi concebida como uma atração que deveria gerar renda, graças a seus visitantes, eventos e publicidade. Em 2022, o emirado recebeu 14 milhões de turistas, segundo dados oficiais.

"Seja qual for o problema, as autoridades parecem não ter uma solução", diz Patrick Clawson, especialista em Golfo do think-tank americano Washington Institute.

"Não reconhecer que existe um problema é pior do que reconhecê-lo”, acrescenta o economista. Mas, segundo ele, "parece que as autoridades de Dubai não pensam assim".

Ucrânia conclui a retirada de símbolo comunista de monumento nacional

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.