Internacional Segunda erupção de vulcão na Rep. Dem. do Congo foi alarme falso

Segunda erupção de vulcão na Rep. Dem. do Congo foi alarme falso

Governo local descartou possibilidade de nova explosão após fazer sobrevoo em região supostamente afetada

AFP
Explosão há uma semana deixou mais de 30 mortos

Explosão há uma semana deixou mais de 30 mortos

Kinsella Cunningham/Save the Children/via Reuters

O anúncio do governo congolês sobre a erupção de um segundo vulcão no leste do país, perto de Nyiragongo, que começou a expelir lava há uma semana, foi "um falso alarme", anunciaram as autoridades.

“Falso alerta em Nyamuragira”, disse o Ministério da Comunicação. “Um avião acabou de sobrevoar a área do vulcão. Nenhuma erupção foi registrada”, acrescentou.

O movimento suspeito ocorreu no Murara, localizado a cerca de 25 km ao norte de Goma, um pequeno vulcão, considerado por muitos uma segunda cratera do Nyamuragira, que junto com o Nyiragongo são os maiores vulcões do país.

O vulcão Nyiragongo, em Goma, entrou em erupção em 22 de maio e provocou 32 mortes até o momento, assim como a fuga de dezenas de milhares de habitantes da cidade.

Neste sábado a situação parecia calma e foram registrados menos tremores de terra na localidade.

Últimas