Internacional Seguranças do presidente do Haiti serão chamados para depor

Seguranças do presidente do Haiti serão chamados para depor

Promotoria vai questionar responsáveis pela segurança da residência oficial na madrugada que aconteceu o assassinato

Seguranças que guardavam a residência presidencial são chamados a depor

Seguranças que guardavam a residência presidencial são chamados a depor

Valerie Baeriswyl / AFP - 7.7.2021

O Ministério Público de Porto Príncipe convocou para depor os responsáveis pela segurança do presidente Jovenel Moise, assassinado na quarta-feira em plena residência presidencial, anunciou nesta quinta-feira (8) o promotor da capital do Haiti.

Leia também: Futuro do Haiti após assassinato do presidente é incerto

“Ordenei à Direção Central da Polícia Judiciária (DCPJ) que recebesse depoimentos de todos os agentes de segurança próximos do presidente Jovenel Moise”, declarou Me Bed-Ford Claude, comissário do governo de Porto Príncipe.

Os dois responsáveis pela segurança do presidente foram convocados para os dias 13 e 14 de julho, acrescentou.

"Se você é o responsável pela segurança do presidente, onde estava? O que fez para evitar esse destino para o presidente?" questionou Claude, encarregado de iniciar processos judiciais em nome da sociedade haitiana.

Moise foi baleado doze vezes em sua residência na manhã de quarta-feira. Sua esposa, ferida, foi levada para Miami, onde se recupera.

Últimas