Novo Coronavírus

Internacional Sem prazo para envio, Brasil aguarda na fila vacinas da Índia

Sem prazo para envio, Brasil aguarda na fila vacinas da Índia

Pazuello diz que país terá maior campanha de vacinação do mundo e que receberá doses vindas do país asiático nesta semana

  • Internacional | Do R7

Índia vai liberar vacina aos países vizinhos antes de enviar doses ao Brasil

Índia vai liberar vacina aos países vizinhos antes de enviar doses ao Brasil

Gareth Fuller/PA Wire/Pool via Reuters

O Brasil terá que esperar um pouco para começar a aplicar a vacina da AstraZeneca em parceria com a universidade britânica de Oxford. O imunizante, fabricado na Índia, será distribuído primeiro para os países vizinhos antes de ser enviado para cá.

Segundo o jornal Times of India, o Nepal, Butão, Bangladesh, Mianmar, Sri Lanka, Afeganistão, Ilhas Maldivas e Ilhas Maurício estão na primeira leva de exportações do governo indiano, que só vai liberar as doses depois de garantir que tem doses suficientes para vacinar a própria população, que é de 1,3 bilhão de pessoas.

A Índia, segundo país mais afetado pela pandemia e segunda maior população no mundo, começou no sábado (16) a “maior campanha de vacinação do mundo”. O país asiático tem mais de 8 milhões de casos de covid-19 confirmados, mas especialistas alertam que o número real é muito maior.

Além do Brasil, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Marrocos e África do Sul também fecharam acordos com o  Instituto Sérum para conseguir a vacina, mas precisam esperar autorização do governo para buscar os primeiros lotes.

Brasil tinha preparado voo para buscar vacinas, mas Índia não liberou exportação

Brasil tinha preparado voo para buscar vacinas, mas Índia não liberou exportação

Luciano Claudino / Código 19 / Folhapress - 14.01.2020

Brasil prepara avião para buscar vacinas

Na semana passada, uma aeronave A330 da Azul Linhas Aéreas saiu de Viracopos, em Campinas, para Recife, de onde partiria rumo à Índia para buscar as doses da vacina da AstraZeneca que seriam aplicadas por aqui. Com a negativa do governo indiano em liberar 2 milhões de doses, o avião teve que voltar a Campinas.

O ministro da Saúde, o general Eduardo Pazuello, afirmou nesta segunda-feira (18) que o Brasil pode receber as primeiras doses da vacina da Índia ainda nesta semana e que o país vai realizar a maior campanha vacinação do mundo.

“A gente está dado o primeiro passo para iniciar a maior vacinação do mundo. Só com as 6 milhões de doses [da chinesa CoronaVac] e a velocidade em que vamos aplicar, já passamos para o segundo lugar do mundo. [...] Essa semana, já estamos em segundo ou terceiro se chegar a nossa vacina da AstraZeneca. Está previsto para essa semana ainda, e a gente já encosta [inaudível]. Então, era isso o que falávamos o tempo todo”, disse Pazuello a governadores durante coletiva.

Segundo repostagem publicada pelo Times of India, “o Brasil vai receber as primeiras doses da Índia, mas possivelmente depois dos vizinhos, uma falha na comunicação que poderia ter sido evitada se a conversa tivesse sido clara entre o governo e o Instituto Sérum [fabricante da vacina]”.

Ainda não há uma data para a distribuição da vacina aos países vizinhos e nem quando o Brasil vai receber as primeiras doses. Em uma matéria publicada na sexta-feira (15), fontes disseram ao jornal que o país pode ter que esperar até março.

Últimas