Internacional Sistema de empresa de oleoduto nos EUA volta a cair

Sistema de empresa de oleoduto nos EUA volta a cair

Dias após o ciberataque que afetou a distribuição de combustível em várias regiões, empresa teve problemas novamente

  • Internacional | Da EFE

Ciberataque na semana passada comprometeu a distribuição de combustíveis nos EUA

Ciberataque na semana passada comprometeu a distribuição de combustíveis nos EUA

Jemal Countess / Pool via EFE - EPA - 14.5.2021

O sistema de comunicação dos oleodutos da Colonial Pipeline, a maior rede de distribuição dos Estados Unidos, caiu nesta terça-feira (18), dias após a empresa ter retomado as operações, passado o ciberataque que causou uma crise de abastecimento no país.

Leia também: Ciberataque a oleodutos não foi feito por governo russo, diz Biden

A companhia descartou no Twitter que o novo problema esteja relacionado com o ciberataque sofrido no dia 7 de maio, que a obrigou a interromper o fluxo de combustível durante seis dias.

A Colonial Pipeline, sediada no estado da Geórgia, explicou que o servidor interno que gerencia o sistema de comunicação registrou "interrupções intermitentes" nesta terça-feira, devido aos esforços de fortalecimento que estão sendo realizados no processo de restauração.

O sistema afetado é o que conecta os fornecedores de combustível com o oleoduto e vice-versa, o que impede o planejamento das entregas.

Ataque cibernético descartado

A empresa foi alvo de um ciberataque com ransomware, como é conhecido o sequestro de dados em troca de um resgate, sob a ameaça de divulgá-los. O presidente dos EUA, Joe Biden, responsabilizou hackers que operam na Rússia, mas disse que o governo russo não está por trás do ataque.

De acordo com a empresa, os problemas desta terça-feira não estão vinculados a um ransomware e nem houve novos ciberataques. A Colonial Pipeline declarou que trabalha "com diligência" para que o sistema de comunicação volte a funcionar.

Além disso, a empresa disse que continua a distribuir produtos refinados através do oleoduto, como planejado com os seus agentes de abastecimento.

A Colonial Pipeline opera uma rede de oleodutos com 5.500 milhas (cerca de 8.851 quilômetros) e transporta 45% do abastecimento de combustível no leste dos Estados Unidos.

Embora a situação tenha melhorado desde a semana passada, ainda há falta de combustível em muitas bombas de gasolina no sul e no leste do país.

Últimas