Internacional Site da Casa Branca volta a ter versão em espanhol após 4 anos

Site da Casa Branca volta a ter versão em espanhol após 4 anos

Decisão de ter página somente em inglês foi tomada no governo Trump e foi vista como um ataque à comunidade hispânica

  • Internacional | Da EFE

Site da Casa Branca ganha uma versão em espanhol após 4 anos de governo Trump

Site da Casa Branca ganha uma versão em espanhol após 4 anos de governo Trump

Reprodução/Casa Branca

Pouco depois da posse do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, nesta quarta-feira (20), a Casa Branca colocou no ar seu novo site, em que volta a estar disponível uma versão em espanhol, depois da retirada durante o mandato de Donald Trump.

Em janeiro de 2017, a então assessora do agora ex-chefe de governo Helen Aguirre Ferré chegou a garantir à Agência EFE que a página teria uma versão em espanhol, porque o governo entendia a "importância e o interesse" em ter versão no idioma.

Ao longo dos quatro anos da administração de Trump, no entanto, o site permaneceu apenas com conteúdo em inglês, o que mudou agora, no primeiro dia de mandato de Biden.

O espanhol é falado por mais de 50 milhões de pessoas nos Estados Unidos, por isso, a retirada da versão da página gerou muitas críticas de diversos setores, inclusive, de autoridades espanholas e dos responsáveis pela Academia da Língua na Espanha.

A decisão foi vista como mais uma afronta de Trump, que ainda na campanha eleitoral, realizou diversos ataques à comunidade hispânica, especialmente, mexicana, que é a mais numerosa dentro da população latina nos Estados Unidos.

Entre os conteúdos em espanhol no site da Casa Branca estão as medidas de combate à pandemia da Covid-19, que vem afetado, de maneira desproporcional, a comunidade hispânica no país.

Biden tornou-se nesta quarta-feira o 46º presidente da história dos Estados Unidos, ao tomar posse diante das escadarias do Capitólio, em Washington, em uma cerimônia marcada por fortes medidas de segurança.

Às 11h50 (horário local; 13h50 de Brasília), Biden fez a promessa de "preservar, proteger e defender a Constituição dos Estados Unidos".

Quebrando uma tradição presidencial, Trump não compareceu à posse de seu sucessor e embarcou rumo a sua mansão na Flórida. Já o agora ex-vice-presidente Mike Pence participou da cerimônia.

Últimas