Internacional Sobe para 94 o número de mortos no desabamento de Miami

Sobe para 94 o número de mortos no desabamento de Miami

Corpos de 83 pessoas encontradas nos escombros do edifício residencial ainda não foram identificados 

Agência EFE
Ainda restam 22 pessoas desaparecidas em meio aos escombros, segundo autoridades

Ainda restam 22 pessoas desaparecidas em meio aos escombros, segundo autoridades

REUTERS/Marco Bello

As equipes de resgate que atuam nas buscas em um edifício residencial que desabou no sul da Flórida, nos Estados Unidos, localizaram mais quatro corpos, o que eleva nesta segunda-feira (12) o número de mortos na tragédia para 94.

A prefeita do condado Miami-Dade, Daniella Levine Cava, em entrevista coletiva concedida hoje, indicou ainda que a quantidade de pessoas desaparecidas é de 22.

A chefe do governo local explicou que, dos 94 corpos recuperados antes os escombros, 83 ainda não puderam ser identificados. As famílias de 80 dessas vítimas já foram notificadas pelas autoridades locais.

"O processo de identificação fica mais difícil a medida que o tempo passa", admitiu Levine Cava, ao explicar que o trabalho se concentra, em grande parte, na tecnologia de DNA, usada pelos médicos forenses, o que pode ser lento.

"Pode ser que haja pessoas mortas que figurem como desaparecidas até que sejam identificadas", admitiu a prefeita.

Leia mais: Covid-19 ajudou a aumentar fome e desnutrição em 2020, segundo ONU

Levine Cava ainda disse que não há uma previsão de data para o término das operações de busca no local do desabamento do prédio.

Neste fim de semana, os membros da missão israelense que se juntaram aos trabalhados de resgate, se despediram em cerimônia realizada na localidade de Surfside, onde ocorreu a tragéria. Ontem mesmo, o grupo deixou os Estados Unidos.

Últimas