Coronavírus

Internacional Suécia suspende administração de vacina de Oxford

Suécia suspende administração de vacina de Oxford

Autoridades afirmaram que decisão é uma 'medida de precaução' diante de relatos de 'possíveis efeitos colaterais' do imunizante

Suécia suspende uso da vacina de Oxford

Suécia suspende uso da vacina de Oxford

Andrea Fasani/EFE/EPA

As autoridades sanitárias suecas anunciaram, nesta terça-feira (16), a suspensão do uso da vacina anticovid da Astrazeneca em parceria com a Universidade de Oxford, seguindo, assim, os passos de vários países da União Europeia (UE) preocupados com seus possíveis efeitos colaterais.

Em nota, a Agência de Saúde Pública (FHM) disse que suspendia o uso da vacina "como medida de precaução" diante de relatos de "possíveis efeitos colaterais" e até que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) conclua sua investigação. 

Segundo o epidemiologista sueco Anders Tegnell, questionado pela agência de notícias sueca TT, os 10 a 20 casos de hemorragia registrados na Europa após a vacinação representam a principal preocupação das autoridades de saúde locais.

Embora vários países europeus tenham suspendido a vacina após informes de coágulos sanguíneos em pessoas vacinadas com o fármaco da AstraZeneca, a FHM afirmou que não se registrou nenhum efeito colateral grave na Suécia. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS), que reúne hoje seu grupo de especialistas, considera que a vacinação com esse imunizante deve continuar.

Últimas