Novo Coronavírus

Internacional Surto de covid em fábrica alemã deixa mais de mil infectados

Surto de covid em fábrica alemã deixa mais de mil infectados

Administrador da região afirmou que os novos contágios entre a população de Gütersloh não aumentaram significativamente, apesar do surto na indústria

  • Internacional | Da EFE

Um terço dos mais de 3 mil testes na fábrica deu positivo para a covid-19

Um terço dos mais de 3 mil testes na fábrica deu positivo para a covid-19

EFE/EPA/KORTE / BUNDESWEHR / HANDOUT

O surto de infecções pelo novo coronavírus em uma empresa do setor alimentício na Alemanha afetou 1.029 funcionários, segundo informou neste sábado o administrador do distrito de Gütersloh, no estado federado da Renânia do Norte, Sven-Georg Adenauer.

De acordo com o chefe do governo local, foram realizados 3.127 testes de diagnóstico na fábrica da companhia Tönnies, em que um terço teve resultado positivo.

Adenauer afirmou que os novos contágios entre a população geral de Gütersloh não aumentaram significativamente, apesar do surto na fábrica, mas que existe possibilidade de acontecer um novo confinamento na região, embora não seja alta.

Segundo o administrador do distrito, o objetivo atual é interromper a cadeia de infecções.

Ontem à noite, autoridades locais foram até a empresa e obtiveram dados de todos os funcionários, no caso, informações sobre os locais onde vivem, indicação de contatos. Além disso, realizaram mais testes e orientaram sobre o isolamento que precisarão fazer.

As medidas, inicialmente, afetam 7 mil trabalhadores da Tönnies, que deverão ficar em casa, se não apresentarem sintomas graves da covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

Últimas