Estado Islâmico

Internacional Talibãs prendem dezenas por atentados reivindicados pelo EI

Talibãs prendem dezenas por atentados reivindicados pelo EI

Explosões na região de Jalalabad deixaram pelo menos seis mortos e 25 feridos, afirma o atual governo do Afeganistão

Agência EFE
Curiosos e soldados talibãs se reuniram próximo a local da explosão, em Jalalabad

Curiosos e soldados talibãs se reuniram próximo a local da explosão, em Jalalabad

AFP - 19.9.2021

Os talibãs informaram nesta segunda-feira (20) a prisão de dezenas de pessoas ligadas aos atentados ocorridos nos últimos dias na província de Nangarhar, no Afeganistão, que mataram vários membros do grupo e civis.

"Nossas forças de segurança prenderam um grande número de pessoas por suspeitas em relação às recentes explosões na cidade de Jalalabad", disse à Agência Efe o porta-voz talibã Bilal Karimi.

Essas pessoas estão sob "investigação", acrescentou o porta-voz, ao mencionar os ataques reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico. Um funcionário do governo provincial disse à Efe, sob condição de anonimato, que "o número de detidos é de cerca de 30 pessoas e quase todos foram presas pela divisão provincial dos serviços secretos".

Várias explosões ocorreram no sábado (18) e no domingo (19) passados na cidade de Jalalabad, nas quais pelo menos seis pessoas morreram e cerca de 25 ficaram feridas, de acordo com os talibãs. Os ataques foram reivindicados no domingo pelo EI, de acordo com uma declaração da agência de informação dos jihadistas, "Amaq".

Estes são os primeiros ataques no país desde que os talibãs assumiram o controle total do Afeganistão com a retirada das tropas americanas em 31 de agosto.

A região de Nangarhar, onde Jalalabad está localizada, tem sido a principal área de operações no Afeganistão desde que o EI se mudou para o país, em 2015. Nos últimos anos ocorreram diversos confrontos nesta área entre os seus combatentes, os talibans e as tropas afegãs e estrangeiras.

Últimas