Internacional Tempestade Ida: Biden aprova declaração de desastre para NY

Tempestade Ida: Biden aprova declaração de desastre para NY

Nova Jersey é outro Estado norte-americano que receberá ajuda federal devido aos danos causados pela tempestade tropical

Agência EFE
Nova Jersey e Nova York receberão ajuda federal por danos causados pela tempestade tropical Ida

Nova Jersey e Nova York receberão ajuda federal por danos causados pela tempestade tropical Ida

EFE/EPA/MAXAR TECHNOLOGIES

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, aprovou a declaração de "grande desastre" para vários condados de Nova York e Nova Jersey em resposta aos danos causados pelos golpes da tempestade tropical Ida, que atingiu fortemente a região nordeste do país, informou nesta segunda-feira (6) a Casa Branca.

A decisão permitirá que os indivíduos afetados recebam ajuda do governo federal para habitação temporária, reforma de casas e empréstimos de baixo custo para se recuperar dos danos causados pelas enchentes.

Leia mais: Quatro refinarias em Louisiana voltam a funcionar após furacão Ida

Os fundos federais também estarão disponíveis para governos estaduais e locais com o objetivo de apoiar os esforços de reconstrução, entre outras coisas, disse a Casa Branca, que já havia aprovado declarações de emergência para ambos os estados.

Biden tem uma visita programada a Nova York e Nova Jersey nesta terça (7), para ver o impacto de Ida nesta área, onde deixou dezenas de mortos e causou danos significativos a algumas infraestruturas.

A governadora de Nova York, Kathy Hochul, agradeceu Biden por sua resposta e ressaltou que esta declaração de "grande desastre" servirá para dar aos cidadãos a assistência de que precisam e para reconstruir a região.

Kathy Hochul, que havia pedido essa decisão a Washington ontem, disse que as análises iniciais já identificaram danos a pelo menos 1,2 mil casas no valor de mais de US$ 50 milhões.

Depois de atingir o sul dos EUA como um furacão e já rebaixado à categoria de tempestade, Ida pousou na última quarta-feira no nordeste do país, deixando quase 50 mortos.

Leia mais: Sobe para 50 o número de mortos na passagem do furacão Ida pelos EUA

Nova Jersey era o estado em pior situação, com 25 mortes confirmadas e várias pessoas ainda desaparecidas, enquanto em Nova York houve pelo menos 17 vítimas, muitas delas pessoas que morreram afogadas em apartamentos em porões construídos ilegalmente, principalmente no bairro de Queens.

Biden visitará amanhã este bairro, bem como a cidade de Manville, em Nova Jersey, onde ocorreram grandes inundações e, posteriormente, incêndios graves em vários edifícios, presumivelmente devido a vazamentos de gás causados pelas águas.

Furacão Ida: ventos de 240 km/h e estados sem energia nos EUA

Últimas