Terroristas do Isis convidam Messi para se unir ao chamado jihadista

Em comunicado, grupo elogiou atuação de Lionel Messi na Copa

Terroristas do Isis elogiam atuação de Lionel Messi

Os jihadistas do grupo Isis (Estado Islâmico do Iraque e do Levante) felicitaram o craque argentino Lionel Messi por ter vencido o Irã na Copa do Mundo do Brasil.

Em comunicado, o grupo convidou o jogador "a se unir ao chamado jihadista" e disse tê-lo premiado "com o título de pai argentino dos gols e da América do Sul".

Jihadistas pedem que habitantes de Província síria se unam a eles

O Irã deu trabalho para a Argentina no último sábado (21), no Mineirão, em Belo Horizonte, ao contrário do que era esperado, e o jogo terminou em 1 a 0, com gol de Messi no final do segundo tempo.

O Isis — grupo considerado radical até pela Al Qaeda — tem provocado preocupação nos EUA por conta de sua atuação no Iraque. O grupo é responsável pela morte de milhares de civis iraquianos e membros do governo nos últimos meses.

Estudantes curdos foram sequestrados pelo Isis na Síria e estão sofrendo “lavagem cerebral" extremista

Bases militares estão vazias após 'sumiço' de forças iraquianas