Novo Coronavírus

Internacional Teste Berlusconi dá positivo para coronavírus um mês após infecção

Teste Berlusconi dá positivo para coronavírus um mês após infecção

Na Itália, são necessários dois testes negativos consecutivos para que a covid-19 seja considerada curada e permitir que o paciente saia do isolamento

  • Internacional | Da EFE

Berlusconi volta a dar positivo para covid-19

Berlusconi volta a dar positivo para covid-19

Flavio Lo Scalzo/Reuters - 14.9.2020

O ex-primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, continua a dar positivo para o coronavírus, um mês depois de descobrir o seu contágio e de ter vencido a pneumonia bilateral que causou o vírus.

O jornal italiano Corriere della Sera publicou neste sábado (26) que o último teste que o empresário e dirigente do partido Forza Italia fez voltou a dar positivo.

Berlusconi tranquilizou seguidores e amigos explicando que está bem, não apresenta sintomas e se sente "como um leão enjaulado", segundo o jornal milanês.

Na Itália, são necessários dois testes negativos consecutivos para que a covid-19 seja considerada curada e permitir que o paciente saia do isolamento.

Berlusconi, que completará 84 anos no dia 29 de setembro, teve alta do hospital San Raffaele, em Milão, há dez dias, após ter sido internado na noite de 3 de setembro com pneumonia bilateral.

Por enquanto, o empresário teve de solicitar que o julgamento em que é acusado de suposto suborno de testemunhas seja adiado por estar isolado e também terá que passar o seu aniversário em casa.

"Posso dizer com satisfação que desta vez também fui poupado", disse o líder do Forza Itália em um comunicado à imprensa após deixar o hospital, acrescentando: "Este foi o teste mais perigoso da minha vida".

Últimas