Teste para coronavírus deu negativo em uma das passageiras do cruzeiro

Cerca de 6 mil pessoas foram retidas a bordo de um cruzeiro enquanto dois passageiros chineses eram testados por suspeita de coronavírus

Cerca de 6 mil pessoas foram retidas a bordo de um cruzeiro italiano

Cerca de 6 mil pessoas foram retidas a bordo de um cruzeiro italiano

Local Team/REUTERS TV via REUTERS - 30.01.2020

Os primeiros exames realizados em uma passageira originária de Macau, que está a bordo do cruzeiro Costa Smeralda, que foi bloqueado no porto italiano de Civitavecchia, na Itália, deram negativo para coronavírus, segundo apurou nesta quinta-feira a Agência Efe.

A mulher proveniente da região autônoma da China apresentava quadro de febre e problemas respiratórios, mas aparentemente teve apenas uma greve comum, segundo fontes.

A bordo da embarcação estão 6 mil passageiros, entre eles espanhóis, que não podem desembarcar, enquanto as autoridades italianas concedam permissão.

A mulher havia sido isolada junto com o marido em um hospital do cruzeiro, já que apresentava sintomas do novo coronavírus, causador da chamada pneumonia de Wuhan.

O navio, da companhia Costa Crociere, fez escala em Palma, na Espanha, após passar por Barcelona, na última terça-feira, ficando no local por cerca de dez horas.

Fontes do serviço de saúde da região indicaram que durante o período na cidade, não houve qualquer alerta sobre o possível caso, o que a aconteceu já nas proximidades do porto de Civitavecchia.

A paciente - que embarcou no cruzeiro no porto de Savona, em Gênova, pouco depois de ter chegado à Itália pelo aeroporto de Milão -, chegou a ser transferida para o hospital Spallanzani, em Roma, onde aconteceram os exames.