Tiroteio seguido de incêndio deixa dois policiais mortos no Havaí

Um terceiro oficial ficou ferido no confronto, que ainda terminou com quatro casas incendiadas em Honolulu, capital da ilha norte-americana

Fumaça das casas incendiados tomou o céu de Honolulu

Fumaça das casas incendiados tomou o céu de Honolulu

Reprodução via Reuters

Dois policiais morreram e um ficou ferido em um tiroteio em Honolulu, capital do Havaí (EUA), na manhã deste domingo (19). O atirador ainda botou fogo em uma casa e as chamas se espalharam para pelo menos outros três imóveis, segundo a imprensa local.

De acordo com o Hawaii News Now, tudo começou com uma tentativa de despejo, por volta das 9h (16h no horário de Brasília). O suspeito, identificado como Jerry Hanel, teria esfaqueado a proprietária da casa onde ele mora. 

Quando os policiais chegaram ao local, ele disparou e baleou três deles. Em seguida, ele ateou fogo à própria casa. Como os bombeiros não conseguiram chegar perto para apagar as chamas, elas se espalharam para imóveis próximos. Pelo menos quatro casas foram destruídas.

O incidente aconteceu perto de Diamond Head, um dos principais pontos turísticos de Honolulu. O suspeito teria morrido durante o confronto com policiais, mas não houve confirmação.

'Tragédia sem precedentes'

O prefeito de Honolulu, Kirk Caldwell, lamentou o incidente em um post em sua conta no Twitter.

"Quero expressar meus profundos sentimentos às famílias e amigos dos dois policiais, assim como a todo o Departamento de Polícia de Honolulu. Essa é uma tragéria sem precedentes não apenas para a cidade, mas para todo o estado do Havaí", escreveu ele.