Eleições EUA 2020

Internacional Trump acusa Partido Democrata de 'tentar roubar' eleições

Trump acusa Partido Democrata de 'tentar roubar' eleições

Em mensagem no Twitter, o presidente afirmou que conseguiu uma 'grande vantagem' na apuração da eleição

Donald Trump acusou democratas de tentarem fraudar eleição

Donald Trump acusou democratas de tentarem fraudar eleição

Tom Brenner/ Reuters/ 18.09.2020

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou nesta quarta-feira o Partido Democrata, de seu concorrente Joe Biden, de "tentar roubar" as eleições desta terça-feira, e classificou os resultados provisórios como uma "grande vitória".

"Temos uma GRANDE vantagem, mas eles estão tentando ROUBAR as eleições. Nunca os deixaremos fazê-lo. Os votos não podem ser emitidos depois que as urnas fecham!", escreveu Trump no Twitter.

A mensagem de Trump foi publicada logo após Biden fazer um breve discurso em Wilmington, no estado do Delaware, no qual declarou que a disputa não acabará "até que cada voto seja contado".

Sobre o tweet do mandatário, o Twitter comentou que parte ou a totalidade do conteúdo da mensagem "pode gerar algum mal-entendido sobre as eleições".

A campanha de Trump questionou agressivamente os procedimentos estabelecidos em alguns estados disputados, como a Pensilvânia, para aceitar e contar votos enviados por correio que cheguem depois do dia das eleições.

"Quando acabarem as eleições, vamos entrar com nossos advogados", disse Trump no domingo passado, ao se referir à apuração na Pensilvânia, onde serão validados os votos enviados or correio que chegarem até três dias depois da terça-feira.

O presidente e sua campanha vêm abrindo o caminho para possíveis ações judiciais há meses, semeando desconfiança em relação ao voto por correio - embora não haja evidências de que isso possa levar a uma fraude generalizada - e insistindo que o resultado que deve contar é o da noite das eleições.

Trump acompanhou os resultados da Casa Branca, em uma festa com pelo menos 200 convidados de sua campanha, e planejou fazer uma declaração pública de madrugada, depois de tuitar que os resultados o darão uma "grande vitória".

Últimas