Coronavírus

Internacional Trump assina decreto para priorizar vacinas da covid-19 para os EUA

Trump assina decreto para priorizar vacinas da covid-19 para os EUA

Imunizantes produzidos por empresas farmacêuticas norte-americanas poderão ser destinados primeiramente para a população do país

  • Internacional | Do R7, com Reuters e EFE

Presidente dos EUA, Donald Trump

Presidente dos EUA, Donald Trump

Tom Brenner/Reuters - 08.12.2020

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta terça-feira (8) um decreto para garantir que os norte-americanos tenham prioridade para receber as vacinas contra a covid-19 produzidas no país. 

"Há alguns minutos eu assinei uma ordem executiva para garantir que o governo dos EUA tenha prioridade para distribuir a vacina para cidadãos norte-americanos antes de enviar para outras nações", disse Trump em discurso na Casa Branca. 
 

Durante a fala, o presidente afirmou também que pode evocar a Lei de Produção de Defesa para garantir a distribuição do imunizante no país, mas considera que não será necessário essa medida. 

Essa lei foi criada em 1950, para exigir que as empresas fabricassem vacinas nos Estados Unidos, e o governo teria que entrar com ações judiciais para assegurar a prioridade dos norte-americanos.

Enquanto Trump tenta garantir a disponibilidade de doses, Joe Biden, que deve assumir a Casa Branca a partir de 20 de janeiro, afirmou, nesta terça-feira, que irá garantir 100 milhões de dose em seu primeiros 100 dias de governo.

Últimas