Era Trump
Internacional Trump ataca Cohen e poupa Manafort em declarações no Twitter

Trump ataca Cohen e poupa Manafort em declarações no Twitter

Presidente norte-americano usou sua conta para ironizar o trabalho do ex-advogado, Cohen, e se mostrar solidário ao seu ex-gerente de campanha

Trump ataca Cohen e poupa Manafort em declarações no Twitter

Trump fez declarações em sua conta no Twitter

Trump fez declarações em sua conta no Twitter

Reuters/Leah Millis/04-08-18

Como já se tornou tradição na gestão de Donald Trump, o presidente dos EUA usou o Twitter comentar as últimas movimentações dos processos de dois de seus ex-aliados. Ao mesmo tempo que fez críticas a Michael Cohen, ex-advogado que se declarou culpado de crimes eleitorais, lamentou a condenação do ex-gerente de campanha, Paul Manafort.

Em um de seus tweets, Trump ironizou o trabalho de Cohen. "Se alguém está à procura de um bom advogado, sugiro veementemente que não retenha os serviços de Michael Cohen!", disse o presidente republicano.

Também sobre o caso de Cohen, Trump afirmou que as violações de financiamento de campanha "não são crime" e que o ex-presidente Barack Obama "teve uma grande violação de financiamento de campanha e foi facilmente resolvido".

Já nos tweets endereçados a Paul Manafort, o presidente norte-americano se mostrou solidário com a situação do ex-gerente, que foi declarado culpado de oito acusações sobre fraude fiscal e bancária e por não informar contas bancárias no exterior. Ainda assim, não deixou de alfinetar o ex-advogado Cohen.

"Eu me sinto muito mal por Paul Manafort e sua maravilhosa família. A 'Justiça' buscou um caso de imposto de 12 anos atrás, entre outras coisas, aplicou uma tremenda pressão sobre ele e, ao contrário de Michael Cohen, Manafort se recusou a inventar histórias para obter um 'acordo'. Respeito por um homem corajoso!", afirmou Trump.

*Estagiária do R7 sob supervisão de Cristina Charão