Trump cancela viagem a Londres e culpa Obama por "acordo ruim"

Britânicos prometiam protestos contra o presidente norte-americano

Trump culpa administração Obama por cancelamento

Trump culpa administração Obama por cancelamento

REUTERS/Jonathan Ernst/10.01.2018

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cancelou nesta quinta-feira (11) a visita que faria a Londres no início deste ano, sob a justificativa de estar desapontado com o fato de a admnistração Obama ter "vendido" a embaixada norte-americana na capital do Reino Unido.

"A razão pela qual eu cancelei minha viagem a Londres é que eu não concordo com a Administração Obama ter vendido talvez a melhor e mais bem localizada embaixada em Londo por 'amendoins', apenas para construir uma nova em outra localidade por 1,2 bilhões de dólares. Acordo ruim", disse Trump em uma publicação no Twitter.

Mais de um ano após assumir a presidência dos Estados Unidos, Trump ainda não visitou Londres, e muitos britânicos prometem protestos em massa contra o presidente norte-americano que veem como grosseiro e contrário a seus valores em diversas questões.

Segundo informações divulgadas pela agência Reuters, a embaixada em questão foi transferida meses antes de Barack Obama assumir a presidência dos EUA, em 2009. A embaixada e o consulado americano no Reino Unido informaram, em outubro de 2008, que seriam realocados por questões de segurança. A construção dos novos prédios, avaliada em 1 bilhão de dólares (R$ 3,2 bilhões), foi totalmente financiada com a venda de outros imóveis em Londres.

*Texto de Ana Luísa Vieira, do R7.