Era Trump
Internacional Trump confirma que desistiu de atacar Irã: 'Não seria proporcional'

Trump confirma que desistiu de atacar Irã: 'Não seria proporcional'

Presidente fez declarações em série de posts no Twitter. Ataques seriam retaliação ao abatimento de um drone americano por forças iranianas

Era Trump

Trump disse que Estados Unidos estavam prontos para atacar Irã em três locais

Trump disse que Estados Unidos estavam prontos para atacar Irã em três locais

REUTERS/Jonathan Ernst/21.06.2019

Em uma série de tweets publicados nesta sexta-feira (21), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou uma informação noticiada mais cedo pela imprensa americana — de que ele cancelou abruptamente ataques militares que havia autorizado contra alvos no Irã.

"Nós estavamos posicionados e carregados para retaliar [o abatimento de um drone militar dos Estados Unidos pelas forças do Irã] em três locais quando perguntei quantos poderiam morrer. O general me respondeu: '150 pessoas, senhor'. Dez minutos antes dos ataques, eu cancelei. Não seria proporcional à derrubada de um avião não tripulado", escreveu o presidente americano.

Drone abatido

Na quinta-feira (20), um drone militar dos Estados Unidos foi abatido por forças de segurança do Irã — que insiste que o dispositivo não tripulado invadiu suas águas territoriais.

O governo norte-americano, por outro lado, alega que a aeronave foi atingida em espaço aéreo internacional em um "ataque sem provocação".

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, anunciou que o Irã levaria o caso à ONU (Organização das Nações Unidas), e o país já entregou à entidade uma carta com informações precisas sobre os pontos alcançados pelo drone americano. Oficiais de Teerã também asseguraram que enviaram várias advertências ao avião não tripulado dos Estados Unidos antes de derrubá-lo