Guerra civil na Síria: veja a cobertura completa
Internacional Trump defende saída da Síria durante visita surpresa ao Iraque

Trump defende saída da Síria durante visita surpresa ao Iraque

Trump disse que queria retirada antes, mas foi persuadido a ficar por seus assessores, antes de decidir trazer os 2.000 soldados de volta para casa

Secretário de Defesa de Trump pediu demissão

Secretário de Defesa de Trump pediu demissão

Jonathan Ernst/Reuters - 26.12.2018

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu nesta quarta-feira (26) sua decisão de retirar tropas norte-americanas da Síria durante uma visita surpresa ao Iraque, dizendo que muitas pessoas vão concordar com o modo dele de pensar.

Trump tomou abruptamente a decisão sobre a Síria na semana passada, contra o conselho dos principais assessores, incluindo o secretário de Defesa Jim Mattis, que pediu demissão no dia seguinte.

Trump disse que havia dito a seus assessores que os EUA sairiam da Síria, mas foi persuadido a ficar, antes de decidir trazer os 2.000 soldados de volta para casa.

"Acho que muitas pessoas vão pensar no meu modo de pensar. É hora de começarmos a usar a cabeça", afirmou o presidente a repórteres na Base Aérea Al Asad, a oeste de Bagdá, onde ele e a primeira-dama Melania Trump passaram três horas em visita a tropas dos EUA.

Veja galeria: Trump faz visita supresa a soldados norte-americanos no Iraque