Era Trump
Internacional Trump divulgará transcrição de ligação com presidente da Ucrânia

Trump divulgará transcrição de ligação com presidente da Ucrânia

Presidente dos EUA  é acusado de pressionar Zelenski a abrir investigações contra Joe Biden, candidato democrata preferido para concorrer as eleições

Trump vai divulgar conversa com presidente da Ucrânia

Trump vai divulgar conversa com presidente da Ucrânia

Leah Millis/ Reuters - 19.7.2019

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira (24) que divulgará amanhã a transcrição completa da conversa por telefone que teve com o presidente da Ucrânia, Vladimir Zelenski.

Trump é acusado de pressionar Zelenski a abrir investigações contra Joe Biden, ex-vice-presidente dos EUA e um dos favoritos entre os democratas a ser o candidato do partido nas eleições de 2020.

A oposição articula para abrir ainda hoje um processo de impeachment contra o republicano na Câmara dos Representantes pelo caso.

"Estou atualmente nas Nações Unidas representando nosso país, mas autorizei a divulgação amanhã da transcrição completa, totalmente desclassificada e sem edições da minha conversa telefônica com o presidente Zelenski da Ucrânia", afirmou Trump no Twitter.

"Vocês verão que foi uma ligação muito amistosa e totalmente apropriada", completou.

Sob pressão

A divulgação da transcrição é uma tentativa de Trump de conter a articulação dos democratas na Câmara dos Representantes. A oposição o acusa de pressionar Zelenski com o bloqueio do repasse de ajuda financeira à Ucrânia para investigar Biden, visando se beneficiar nas eleições.

Para ampliar a confusão, Trump mudou a versão sobre a decisão de congelar o envio de ajuda financeira aos ucranianos. Primeiro, o presidente americano negou a medida. Hoje, confirmou que determinou o congelamento para forçar que países europeus, como França e Alemanha, ampliassem o dinheiro destinado por eles a Kiev.

O conteúdo da conversa tem sido divulgado aos poucos pela imprensa americana. O escândalo começou depois uma agente de um órgão da inteligência dos EUA ter apresentado uma denúncia anônima contra Trump sobre o conteúdo da conversa entre ele e Zelenski.

A publicação

Na última sexta-feira, o The Wall Street Journal publicou que Trump chegou a pedir oito vezes que Zelenski trabalhasse com seu advogado pessoal, Rudy Giuliani, ex-prefeito de Nova York, para investigar Hunter Biden, filho de Joe Biden, em um caso de corrupção na Ucrânia.

Três dias depois, o The Washington Post afirmou que Trump ordenou que seu chefe de gabinete, Mick Mulvaney, bloqueasse US$ 400 milhões em repasses à Ucrânia antes de falar com Zelenski.