EUA x Irã
Internacional Trump endurece discurso: 'Reação dos EUA pode ser desproporcional'

Trump endurece discurso: 'Reação dos EUA pode ser desproporcional'

Presidente fez ameaças no Twitter, após novas explosões atingirem Zona Verde de Bagdá, deixando três pessoas feridas

trump, irã, reação, desporporcional

Trump ameaça retaliar ataques no Iraque

Trump ameaça retaliar ataques no Iraque

Cristobal Herrera/EFE/03-01-20

O presidente dos EUA, Donald Trump, endureceu ainda mais a retórica em relação ao Irã, neste domingo (5), após seis novos foguetes katyusha terem sido lançados em Bagdá, com três deles atingindo a região da Zona Verde de Bagdá. A área de segurança abriga, entre outras instituições, a Embaixada dos Estados Unidos.

Leia mais: Irã recua em acordo nuclear e anuncia enriquecimento de urânio

Segundo a polícia local, seis pessoas ficaram feridas, conforme informou a Reuters. É o segundo dia que a região foi atacada, após o governo americano ter assumido a autoria do assassinato do general iraniano Qasem Soleimani e de outros líderes militares iraquianos, no último dia 2.

Em post no Twitter, Trump foi enfático, aumentando a tensão entre os dois países, em um discurso que ao mesmo tempo funciona como uma reação à promessa do governo iraniano de renunciar ainda mais aos compromissos feitos durante acordo nuclear em 2015.

"Esses posts da mídia servirão de notificação ao Congresso dos Estados Unidos que, se o Irã atacar qualquer pessoa ou alvo dos EUA, os Estados Unidos reagirão rápida e totalmente, e talvez de maneira desproporcional. Esse aviso legal não é necessário, mas é concedido mesmo assim!"

As últimas explosões são vistas como retaliações ao assassinato do general iraniano e dos militares iraquianos. Segundo o governo americano, o objetivo foi deter planos de futuros ataques iranianos, já que, na visão dos Estados Unidos, Soleimani foi o responsável por mortes de americanos no Oriente Médio nos últimos tempos.

Irã promete responder ao ataque dos Estados Unidos