Era Trump

Internacional Trump garante 'transição ordenada' após Congresso certificar Joe Biden

Trump garante 'transição ordenada' após Congresso certificar Joe Biden

Em nota, presidente dos EUA disse que chega ao fim o 'melhor primeiro mandato' e volta a afirmar que eleição foi fraudada

  • Internacional | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Após certificação de Biden como novo presidente, Trump recua e promete 'transição ordenada'
  • Em nota, porém, o republicano afirmou que discorda "totalmente do resultado da eleição"
  • Ontem, uma confusão generalizada tomou conta do Capitólio, em Washington, que foi invadido
  • Ao menos quatro pessoas morreram e 20 foram presas por causa dos protestos violentos
Trump afirma que deixará o cargo no dia 20 de janeiro

Trump afirma que deixará o cargo no dia 20 de janeiro

Yuri Gripas/Reuters - 29.11.2020

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou publicamente que vai deixar o cargo no dia 20 de janeiro e garantiu, nesta quinta-feira (7), uma "transição ordenada" de poder depois de o Congresso certificar a vitória do novo presidente americano, o democrata Joe Biden. 

"Embora eu discorde totalmente com o resultado da eleição e os fatos me confirmem, mesmo assim haverá uma transição ordenada em 20 de janeiro", disse Trump em um comunicado.

A afirmação de Trump ocorre depois de uma confusão generalizada e a invasão por apoiadores do republicano ao Capitólio, em Washington. O ato resultou em, pelo menos, quatro pessoas mortas - uma mulher foi baleada dentro do local e a polícia não deu detalhes sobre as outras três vítimas. 

"Eu sempre disse que nós continuaríamos lutando para garantir que apenas votos legais fossem contados. Enquanto isso representa o fim do melhor primeiro mandato presidencial na história, é apenas o começo da nossa luta para fazer a América grande de novo", disse o presidente, reforçando o slogan e as acusações sem provas de que as eleições foram fraudadas.

O democrata Joe Biden assumirá o cargo de presidente dos EUA no dia 21.  

Invasão ao Senado deixa mortos

Na tarde de quarta-feira (6), milhares de apoiadores de Trump invadiram o Senado durante a sessão que certificaria a vitória de Biden, forçando a pausa da cerimônia e o isolamento do local. 

Apoiadores lutaram contra a polícia e roubaram itens que estavam no local. Até o final da noite, foram confirmadas pelo menos 20 prisões, além dos quatro óbitos.

Veja mais: Apoiadores do presidente Donald Trump invadem Congresso dos EUA

Últimas