Trump não tem efeitos colaterais após tomar hidroxicloroquina

Presidente dos EUA usou medicamento como medida preventiva contra o novo coronavírus, apesar de questões sobre sua eficácia

Trump não tem efeitos colaterais após tomar hidroxicloroquina por duas semanas

Trump não tem efeitos colaterais após tomar hidroxicloroquina por duas semanas

Jonathan Ernst / Reuters - 20.4.2020

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não teve efeitos colaterais ao tomar por um período de duas semanas a hidroxicloroquina, depois de usá-la como medida preventiva contra o novo coronavírus, disse o médico da Casa Branca nesta quarta-feira (3).

Os resultados do exame físico anual de Trump mostraram que o presidente de 73 anos permanece saudável e está pesando 110,68 kg em comparação aos 110,22 kg registrados no ano passado.

O peso de Trump o coloca na faixa de obesos para adultos da sua altura.

Trump, que completa 74 anos em 14 de junho, é regularmente testado para o vírus e sempre foi negativo, de acordo com relatório dos resultados de seu médico, Sean Conley.

No mês passado, Trump começou a tomar hidroxicloroquina, apesar de questões sobre sua eficácia, depois que dois assessores da Casa Branca testaram positivo para o vírus. Ele disse a repórteres na época que estava tomando o medicamento para o caso de ajudar no combate ao vírus.

Leia mais: Os argumentos de Trump para anunciar rompimento dos EUA com a OMS

Conley afirmou que nenhuma alteração foi notada no teste de eletrocardiograma de Trump como resultado da droga.

"O presidente completou o tratamento com segurança e sem efeitos colaterais", disse Conley. "Ele continua fazendo testes regulares para covid-19 e, até o momento, todos os resultados foram negativos".

Alguns policiais se juntam aos protestos contra racismo nos EUA