Trump pergunta se governador da Flórida quer barrar voos do Brasil

Ron DeSantis pediu a Trump que passageiros de voos internacionais para a Flórida sejam testados pelas companhias aéreas antes de embarcar

Trump se reuniu nesta terça com o governador da Flórida, Ron De Santis

Trump se reuniu nesta terça com o governador da Flórida, Ron De Santis

Carlos Barría / Reuters - 28.4.2020

O presidente dos EUA, Donald Trump, perguntou nesta terça-feira (28), ao governador da Flórida, Ron DeSantis, se ele gostaria de proibir a chegada de voos vindos do Brasil, como uma maneira de controlar a propagação do coronavírus no estado, um dos destinos preferidos dos turistas brasileiros.

Leia também: Comentário de Trump sobre coronavírus é criticado por médicos

Durante um encontro entre os dois na Casa Branca, DeSantis falava sobre medidas preventivas para os aeroportos da Flórida poderem receber voos de outros países. Em um momento, ele diz que as companhias aéreas deveriam testar os passageiros antes do embarque em voos internacionais.

Então, Trump pergunta se ele "gostaria de cortar o Brasil". E o governador responde que "não necessariamente", mas que os passageiros deveriam fazer testes para o coronavírus. O presidente insiste: "Você gostaria de banir certos países?" e De Santis responde que apenas se estiverem propagando o vírus para os EUA.

Segunda vez

Esta não foi a primeira vez que Trump cogitou banir a chegada de voos internacionais vindos do Brasil por conta da pandemia. Há pouco menos de um mês, quando os EUA ainda não tinham se tornado o epicentro da doença, ele disse que pensava em fazer isso.

O presidente norte-americano havia suspendido a chegada de voos vindos da Europa e da China dias antes, e se dizia preocupado com o aumento no número de casos registrados no Brasil.