Novo Coronavírus

Internacional Turquia prepara plano baseado em 132 critérios para reativar turismo

Turquia prepara plano baseado em 132 critérios para reativar turismo

País também programa a retomada de vôos internacionais, primeiro com alguns países da Europa Central e Ásia, em junho, segundo ministro

  • Internacional | Da EFE

Turquia pretende retomar voos internacionais

Turquia pretende retomar voos internacionais

Erdem Sahin/EFE/EPA – 10.05.2020

A Turquia planeja reativar a indústria do turismo em junho, com a emissão de certificados que, baseados em 132 critérios, atestem o cumprimento de normas para evitar o contágio do novo coronavírus em áreas comerciais. O anúncio foi feito neste domingo (10) pelo ministro do Turismo do país, Nuri Ersoy.

"Planejamos concluir o processo de emissão de certificados para empresas de hotelaria durante o mês de maio e, a partir de 1º de junho, vamos divulgar os estabelecimentos certificados em todos os canais, incluindo o site do Ministério", disse Ersoy em entrevista à rede CNNTürk.

Entre os critérios fundamentais, ele mencionou cursos de treinamento de funcionários para evitar infecções, regras de distância social e auditorias regulares para inspecionar medidas de higiene.

Todos os estabelecimentos terão um código eletrônico de dados que permita ao cliente verificar imediatamente o histórico de auditoria do negócio, acrescentou o ministro.

Além de manter a distância física necessária entre as pessoas, outra mudança será que os restaurantes self-service desaparecerão. Em todos eles haverá pessoal que distribuirá alimentos aos clientes, Ersoy enfatizou.

Também para o próximo mês, a retomada de vôos internacionais está planejada "pouco a pouco, primeiro com alguns países da Europa Central e Ásia", embora ainda não tenha sido estabelecido um cronograma específico, disse o ministro.

"Não devemos esperar muito desta temporada turística: se conseguirmos abrir de 50 a 60% dos hotéis, será uma boa temporada", afirmou.

O saldo atual da pandemia de covid-19 na Turquia, desde que foi declarado em meados de março, é de 137 mil casos registrados de contágio e 3.739 mortes, com um pico de mais de 120 mortes diárias em meados de abril, número que desde então, caiu pela metade.

Este domingo é o primeiro dia em que as pessoas com mais de 65 anos de idade, sujeitas a um rígido confinamento desde o final de março, podem sair às ruas, e algumas empresas e shoppings centers reabrirão gradualmente a partir de segunda-feira. Áreas de lazer, cafés e bares, porém, seguirão fechados.

Últimas