Novo Coronavírus

Internacional Último grupo de brasileiros retidos na África do Sul chega ao Brasil

Último grupo de brasileiros retidos na África do Sul chega ao Brasil

Jornada de volta incluiu tentativa frustrada de embarque, necessidade de financiar despesas com recursos próprios e afastamento de famílias 

  • Internacional | Clarice Sá, do R7

Brasileiros comemoram partida rumo ao aeroporto de Joanesburgo

Brasileiros comemoram partida rumo ao aeroporto de Joanesburgo

Arquivo pessoal - 06.04.2020

Cerca de 250 brasileiros que estavam retidos na África do Sul em meio à pandemia do novo coronavírus chegaram a São Paulo na noite de segunda-feira (6), após uma jornada que incluiu uma tentativa frustrada de embarque para o Brasil, a necessidade de financiar despesas com recursos próprios e afastamento de famílias, que tiveram que voltar para casa em dias diferentes. 

O voo da South African Airways fretado pela Embaixada do Brasil partiu às 16h30 de Joanesburgo (horário local) e fez escala na Cidade do Cabo, onde mais um grupo de brasileiros embarcou. Para o caminho rumo ao aeroporto de Joanesburgo, oito ônibus fretados foram escoltados pela polícia. No local, os passageiros passaram por inspeção de cães farejadores e medição de temperatura. "O embaixador do Brasil na África do Sul nos desejou boa viagem usando o sistema de som do avião e disse que não havia ficado nenhum brasileiro para trás naquele país. É sempre bom voltar para casa após uma viagem, mas desta vez foi muito especial", relata a contadora Clarissa Menezes, que mora em São Bernardo, na Grande São Paulo, e estava retida em Joanesburgo. A aterrissagem no aeroporto internacional de Guarulhos foi marcada por uma salva de palmas.

Jornada

O drama começou no fim de março, quando houve cancelamento de voos com destino ao Brasil a partir do dia 22. A situação piorou com a decretação do lockdown (bloqueio, em português), o nível mais alto de restrição de circulação, que entrou em vigor à meia noite de do dia 27 de março. Todas as fronteiras foram fechadas, mercados estão autorizados a vender apenas produtos essenciais e o consumo de álcool foi proibido. 

O caminho de volta ao país ainda contou uma tentativa de embarque fracassada que consumiu 12 horas de espera nos saguões do aeroporto de Joanesburgo. Um voo operado pela Latam partiu da cidade com cerca de 300 brasileiros, mas deixou em solo sulafricano 30 pessoas, entre eles, integrantes de famílias que foram separadas, que finalmente conseguiram chegar ao Brasil. 

Em todo o mundo, há 1.331.032 casos e 73.917 mortes confirmadas, de acordo com levantamento da Johns Hopkins University. A África do Sul contabiliza 12 mortes e 1.686 casos confirmados. No Brasil, há 12.056 e 553 mortes, de acordo com balanço divulgado pelo ministério da Saúde na segunda-feira (6). 

Últimas