Internacional Varsóvia proíbe marcha nacionalista no centenário da independência

Varsóvia proíbe marcha nacionalista no centenário da independência

A passeata estava sendo organizada em parte por grupos nacionalistas de extrema-direita, um dos quais disse que desafiará a proibição

Varsóvia

Na marcha do ano passado, houve cânticos racistas

Na marcha do ano passado, houve cânticos racistas

Agencja Gazeta/Adam Stepien via REUTERS - 11.11.2017

A prefeita de Varsóvia proibiu uma marcha nacionalista planejada para domingo para marcar o centenário da independência polonesa, citando o risco de violência e de expressões de ódio.

A passeata estava sendo organizada em parte por grupos nacionalistas de extrema-direita, um dos quais disse que desafiará a proibição.

Um evento é realizado todos os anos na capital no dia 11 de novembro para comemorar o aniversário da independência da Polônia ao final da Primeira Guerra Mundial, mas a edição do ano passado foi ofuscada por cânticos racistas e confrontos com contra-manifestantes.

Leia também: Manifestantes anti-imigrantes da Polônia espancam pedestre de pele escura

"Varsóvia já sofreu o suficiente devido ao nacionalismo agressivo", disse a prefeita Hanna Gronkiewicz-Waltz. "O centésimo aniversário da independência da Polônia não deveria ser assim, daí minha decisão de proibi-lo".

Alguns dos organizadores da marcha disseram que pretendem comparecer mesmo assim.

"Não entendemos a decisão da prefeita Gronkiewicz-Waltz... ainda que os tribunais confirmem sua decisão, ainda nos reuniremos... a marcha acontecerá", disse Tomasz Dorosz, líder do Campo Nacional Radical, um dos grupos envolvidos na organização da passeata.

No início desta semana Gronkiewicz-Waltz disse que cogitaria proibir o evento "se houvesse qualquer elemento de ódio", segundo a emissora local TVN24.

    Access log