Crise na Venezuela
Internacional Veja os países que reconheceram Juan Guaidó como presidente

Veja os países que reconheceram Juan Guaidó como presidente

Depois dos Estados Unidos e América Latina, 18 países europeus se manifestaram sobre autoproclamado presidente interino na Venezuela

Em 20 de janeiro, Guaidó se declarou presidente interino da Venezuela

Em 20 de janeiro, Guaidó se declarou presidente interino da Venezuela

REUTERS/Manaure Quintero 04.02.2019

Diversos países europeus reconheceram Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela na segunda-feira (4). Ao longo do dia, Reino Unido, França, Espanha, os países bálticos, Alemanha, Polônia, Holanda, entre outros, deram apoio ao líder da oposição, que se auto proclamou presidente interino no último dia 23.

A decisão dos países é independente, já que nações como Rússia e Turquia declararam apoio a Maduro, enquanto a Itália não reconhece Guaidó por ele não ter sido eleito democraticamente. Apesar da decisão não ser unânime na União Europeia, o Parlamento Europeu reconheceu o líder da oposição.

A Europa tinha alertado, na semana passado, que caso Maduro não convocasse novas eleições presidenciais até domingo (3), eles reconheceriam o governo de Guaidó. O chavista rejeitou e disse que não aceita "ultimatos de ninguém".

Desde que se declarou presidente interino da Venezuela, Guaidó recebe apoio internacional. Os Estados Unidos e o Brasil o reconheceram presidente minutos após a decisão, e foram acompanhados por Canadá, Argentina, Colômbia, Peru, Equador, Costa Rica e Paraguai. Na América Latina, México e Cuba declararam apoio a Nicolas Maduro e o Equador se manteve neutro.

Na Ásia, a China também declarou apoio a Maduro, enquanto o Japão manteve a neutralidade e diz que espera que a democracia seja reestabelecida no país.

Arte R7

Arte R7