Vendas no varejo dos EUA têm maior queda da história em abril

Em comparação com março, redução foi de 16,4% por causa da crise econômica provocada pelo avanço da pandemia de covid-19

Shopping em Houston, nos EUA, fechado por causa da covid-19

Shopping em Houston, nos EUA, fechado por causa da covid-19

REUTERS/Adrees Latif

As vendas no varejo dos Estados Unidos sofreram um tombo de 16,4% em abril ante março, o maior da história, em meio aos efeitos da pandemia de coronavírus, segundo dados com ajustes sazonais divulgados nesta sexta-feira (15) pelo Departamento do Comércio. Analistas consultados pelo The Wall Street Journal previam recuo menor das vendas, de 12,3%.

Saiba como se proteger e tire suas dúvidas sobre o novo coronavírus

Excluindo-se automóveis, as vendas no setor varejista americano sofreram contração de 17,2% na comparação mensal de março. Já desconsiderando-se também as vendas de gasolina, o declínio foi de 16,2%.

Os dados de março ante fevereiro foram revisados, para queda de 8,3% no caso das vendas totais e redução de 4% das vendas sem automóveis. Fonte: Dow Jones Newswires.