Internacional Vilarejo italiano oferece casas em troca de voluntariado

Vilarejo italiano oferece casas em troca de voluntariado

Apartamentos gratuitos serão disponibilizados para famílias cidadãs da União Europeia, ou então imigrantes com permissão de estadia de longo prazo

Vilarejo de Luserna fica ao norte da Itália

Vilarejo de Luserna fica ao norte da Itália

Wikimedia Commons

O vilarejo de Luserna, no extremo-norte da Itália, está oferecendo apartamentos gratuitos para famílias que queiram morar na cidade durante pelo menos quatro anos.

Em troca, os participantes do projeto "Coliving" deverão se empenhar em atividades de voluntariado no município. O solicitante deve ter entre 18 e 40 anos e ser cidadão da União Europeia, ou então imigrante com permissão de estadia de longo prazo na UE.

Além disso, o requerente não pode ter condenações na Justiça, e pelo menos um integrante da família deve comprovar renda anual de 15,7 mil e 28,5 mil euros, dependendo do tamanho do núcleo familiar.

"O objetivo é repovoar o território mediante a valorização do patrimônio público imobiliário e criando novas redes nas sociedade", explicou Nicoletta Carbonari, presidente da associação Magnifica Comunità degli Altipiani Cimbri.

Os candidatos poderão visitar os quatro apartamentos disponíveis a partir de 25 de julho. "Luserna foi escolhida como um vilarejo que não conheceu o boom do desenvolvimento econômico nem o turismo de massa, então, enquanto tal, poderia experimentar novos projetos que podem ser exportados a outros municípios semelhantes", disse o prefeito Luca Nicolussi Paolaz.

Luserna fica na região de Trentino Alto-Ádige, extremo-norte da Itália, e viu sua população diminuir de 286 para 261 habitantes entre 2014 e 2019, uma redução de quase 10%, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (Istat).

O vilarejo está situado em uma região montanhosa 240 quilômetros a leste de Milão.

Últimas