Internacional Viúva do presidente assassinado volta ao Haiti após recuperação

Viúva do presidente assassinado volta ao Haiti após recuperação

Martine Moise desembarcou hoje após tratamento nos EUA. Ela ficou ferida no atentado que levou à morte de Jovenel Moise

Reuters
No aeroporto de Porto Príncipe, Martine Moise foi vista usando uma cinta no braço

No aeroporto de Porto Príncipe, Martine Moise foi vista usando uma cinta no braço

Reprodução/Vídeo/Reuters

A primeira-dama do Haiti, Martine Moise, voltou ao país neste sábado (17) após o assassinato de seu marido, o presidente Jovenel Moise. No aeroporto de Porto Príncipe, Martine Moise foi vista usando uma cinta no braço.

O presidente Moise foi morto a tiros quando assassinos armados com rifles de assalto invadiram sua residência particular nas colinas acima de Porto Príncipe no último dia 7.

Martine ficou ferida durante o ataque e foi levada de avião para a Flórida para tratamento, segundo o primeiro-ministro interino Claude Joseph, que assumiu a liderança do país.

O assassinato de Jovenal Moise alimentou temores de um caos em espiral na nação mais pobre do hemisfério ocidental. Também desencadeou uma caça ao homem internacional para os homens armados e supostos mentores em toda a região das Américas.

Até o momento, 18 dos 26 colombianos suspeitos de participar do ataque foram detidos, enquanto três foram mortos pela polícia e cinco continuam foragidos. A polícia também prendeu dois haitianos americanos e outro haitiano considerado o cérebro por trás da operação.

Últimas