Por medo da febre amarela, moradores atacam macacos bugios no Rio Grande do Sul

Depois da divulgação do surto de febre amarela em alguns Estados, macacos bugios estão sendo atacados no Rio Grande do Sul. Por acharem que ele é responsável pela doença, moradores atacam os animais. Mas os biólogos garantem que os animais não são os transmissores. A Secretaria Estadual de Meio Ambiente trouxe ao zoológico de Gramado dois macacos debilitados após os ataques.

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log