Jornal Opção Nova ordem de votação da urna eletrônica pode confundir eleitores

Nova ordem de votação da urna eletrônica pode confundir eleitores

Segundo um juiz eleitoral, há uma estimativa de que 45% dos votos sejam invalidados por conta de erros O post Nova ordem de votação da urna eletrônica pode confundir eleitores apareceu primeiro em Jornal Opção.

Jornal Opção

Segundo um juiz eleitoral, há uma estimativa de que 45% dos votos sejam invalidados por conta de erros

Jornal Opção

Jornal Opção

Jornal Opção

Urna eletrônica | Foto: Nelson Jr./ASICS/TSE

Em 2014, o Congresso Nacional aprovou uma lei que muda, a partir das eleições deste ano, a ordem de votação da urna eletrônica, que, anteriormente, era do “menor cargo para o maior”, ou seja, deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente.

Agora, há uma pequena — mas importante — mudança. A lei prevê que, em 2018, os eleitores deverão votar primeiro para deputado federal e depois para deputado estadual.

Postulantes à Assembleia Legislativa em Goiás demonstram preocupação com a possibilidade de o eleitor se confundir e acabar votando de uma maneira indesejada.

Um juiz eleitoral confirma que equívocos devem acontecer. Segundo ele, há uma estimativa de que 45% dos votos podem ser invalidados com esse tipo de erro.

Confira como será a ordem:

Deputado federal (quatro dígitos) Deputado estadual (cinco dígito) 1º senador (três dígitos) 2º senador (três dígitos) Governador (dois dígitos) Presidente (dois dígitos)

O post Nova ordem de votação da urna eletrônica pode confundir eleitores apareceu primeiro em Jornal Opção.

Últimas