Alimentos têm alta de preços com impacto para famílias de baixa renda 

O preço dos alimentos subiu em média 8,44% para famílias de baixa renda entre os períodos de março e junho. De acordo o levantamento da Fundação Getúlio Vargas, efeitos sazonais, problemas de safra, a desvalorização do real e a demanda mais aquecida são alguns dos fatores que explicam os aumentos muito acima da inflação média. Nesta edição do Boletim JR 24 Horas, veja também: São Paulo altera regras e facilita reabertura de atividades no estado.