Boletim JR 24H Exército decide não punir general Pazuello por participação em ato com presidente Bolsonaro 

Exército decide não punir general Pazuello por participação em ato com presidente Bolsonaro 

Processo adminstrativo contra o ex-ministro da Saúde foi arquivado

O Exército decidiu não punir o general Eduardo Pazuello por ter participado de um ato com o presidente Jair Bolsonaro, no Rio de Janeiro. Em nota, a assessoria de comunicação do Exército disse que não ficou caracterizada a prática de transgressão disciplinar por parte de Pazuello e que, portanto, o procedimento administrativo foi arquivado.

Veja também nesta edição do Boletim JR 24 Horas: construtor do prédio que desabou no Rio de Janeiro é pai de uma das vítimas.

Últimas